Top 30 - 25º , 24º , 23º , 22º e 21º

Houve um empate entre as animações. O critério de desempate é quem tem mais notas máximas e "Bolt" saiu na frente por isso.

Che: O Argentino

A primeira parte de "Che" teve a vantagem de ter uma boa média de notas, mesmo que não chegue a ter notas máximas, mas ao menos foi superior a sua segunda parte, se tratando de boa média. E, mesmo que o Daniel se considere suspeito para falar sobre Che, escolhi sua uma parte de sua crítica..hehe:

A direção de Steven Soderbergh é contida, mas, ao mesmo tempo, madura. O diretor evita cometer infantilidades, tais como idolatrar Guevara ou transformar esta obra em uma mera película de ação. Também se esforça bastante para distanciar o drama da pieguice e do melodrama barato, criando aqui uma estória bastante satisfatória a ponto de “segurar” as mais de duas horas de projeção. “Che – O Argentino” prima pela sua imparcialidade e ganha muita força com a atuação magistral do sempre excelente Benício Del Toro.

Por Daniel Esteves do "Cinephylum".


Milk - A Voz da Igualdade

Primeiro representante do Oscar 2009 na segunda edição do TOP30, que também esperava uma melhor colocação, mas uma nota 5,0 vinda do Cinephylum fez com que os dois 9,0 do Cinéfila por Natureza e do Cine Vita não o levasse muito além, mas ainda assim marca presença e o "Cine Vita" fala o porque:

Milk – A Voz da Igualdade” tem um formato simples, até convencional diria eu. Mas de forma alguma ele é rebaixado por isso. A força do roteiro, a dimensão da direção e a sensibilidade com a qual é atuado o coloca num patamar que vai além de meras convenções. É um projeto que une o cinema mais comercial de Van Sant com o seu experimental, numa junção curiosa entre o grandioso e o simplesmente introspectivo. E o filme fascina, impressiona e move. Carrega consigo imagens de arquivo que adicionam muito ao clima do filme em questões de urgência e peso, e aspectos técnicos merecedores de aplausos como a eficiente direção de arte, a bela fotografia e uma trilha sonora belíssima de Danny Elfman. Mas, além de tudo isso, “Milk – A Voz da Igualdade” ganha especial força por retratar um homem importante e, a partir disso, versar sobre um tema que ainda é um tabu na sociedade atual. E por tratar o tabu com tamanha sensibilidade e de forma tão natural, o filme conquista a admiração, e ainda comove ao trazer a tona estudos singelos e perturbadores sobre a condição humana.

Por Wallyson Soares.


Coraline e o Mundo Secreto

Pra mim, a melhor animação do ano (Sim, melhor que o superestimado "Up! Altas Aventuras") também tem lugar garantido no TOP 30, mesmo que a animação não traga risos ou boas sensações, onde por vezes até incomoda o espectador, mas ainda assim o público o recebe bem, reconhecendo sua qualidade, que é explanada pelo "BS Movies".

Uma animação infantil - ou teoricamente feita pra crianças - realmente satisfatória. Quase não utiliza fórmulas batidas e, quando o faz, elas recebem um tratamento muito interessante e obscuro. David Lynch deve ter voltado à própria infância vendo isso.

Por Diego Soares
Bolt - O Super Cão

Animação que concorreu ao Oscar em 2009, mas encontrou concorrentes muito fortes e passou quase por despercebido, mas não por aqui.

Desde a sua primeira sequência, ficamos com a impressão de que “Bolt Supercão” não é o típico filme de animação dos estúdios Disney. É claro que algumas marcas clássicas como a música, a mensagem e os valores estão presentes aqui, mas a grande inovação é que temos – em muito tempo, se formos levar em consideração as últimas produções do estúdio – um longa com uma história que toca o nosso coração. A moral aqui é universal: as etapas de nossa vida não devem ser puladas. Crianças devem ser crianças, enquanto cãozinhos devem ser cãozinhos.

Por Kamila do Cinéfila por Natureza


O Visitante

Não tenho muito o que falar sobre "O Visitante" pois ainda não vi, mas sua qualidade parece não ser tão questionável. Vejamos o que o "Cinefilando" nos trás.

Richard Jenkins está soberbo. Sua atuação é tão correta, tão bonita, tão envolvente que é impossivel não gostar de seu personagem, que se inicia amargo e vai transformando-se em uma pessoa totalmente humanista. Haaz Sleiman como Tarek está ótimo! Eu nunca havia visto este ator anteriormente, mas realmente fiquei impressionada com a sua atuação, muito muito boa.

Por Violonista do Cinema.

14 Response to "Top 30 - 25º , 24º , 23º , 22º e 21º"

  1. Nhé... Bolt não merecia, Milk merecia uma colocação melhor, achei que minha nota ajudaria rs... Coraline pra mim está mais ou menos onde merecia, Che 1 também... O Visitante não vi também...

    Confesso que não me surpreendo com essa colocação de Milk, mas eu lamento bastante.

    ABRAÇOS

    Kamila says:

    Só não vi "Che - O Argentino", mas estou felicíssima de ver meu favorito "Bolt" aí. :-) E com texto meu ainda mais! :-)

    Eu particularmente adorei a primeira e segunda parte, achei Che um exercício de conceito! abs

    não vi BOLT, os outros acho fracos, exceto por CORALINE.

    Wally says:

    Valeu pela citação (desta vez apareceu). Minha ordem de preferência fica: Milk > O Visitante > Che > Coraline > Bolt

    Hahaha, derrubei "Milk - A Voz da Igualdade", novamente fui o mala-sem-alça da vez hehehehe.

    Mas quero deixar claro uma coisa: não sou homofóbico de maneira alguma, apenas detestei o formato linear da narrativa.

    Abraços a todos e não fiquem zangados comigo, questão de opinião ;D

    Achei que Milk e Coraline ganhariam uma posição melhor no ranking. Por ordem de preferência:

    Coraline e o Mundo Secreto > Milk - A Voz da Igualdade (na real fico feliz tanto com um quanto com outro) > Bolt: Supercão > O Visitante > Che: O Argentino.

    Acho que fica assim, mas daqui a pouco, quando eu paro para pensar, provavelmente mudaria algo aqui ou ali.

    Se o Daniel derrubar Bastardos eu declaro guerra.

    ODEIO Milk... acho um filme fraquíssimo!

    Cara juro que entro qse todo dia no blog pra ver se as outras posicoes apareceram...

    Ai, ai, ai... então acredito que iremos guerrear, Tiago. :D

    Apesar de que a minha nota para "Bastardos..." não foi baixa.

    hahaha! To com a lingua coçando aqui...rs!


    Hoje a noite tem mais outra atualização, Tiago, relaxa.

    Abraços!

    A Primeira parte do Che é coisa fina. a segunda é ótima também, mas fica um pouco abaixo.

    E O Visitante é fantástico, principalmente pelas músicas e pelo Richard Jenkins.

Powered by Blogger