Do 26º ao 30º do TOP30 - 2009

Harry Potter e o Enigma do Principe




Talvez eu seja um dos poucos que nunca assistiu nenhum filme da tão famosa saga. Mas, não nego a qualidade que aparenta ter, ainda mais pelas boas críticas que esse epísódio ganhou. Esperava até uma melhor colocação para "Enigma do Principe", mas uma nota 5,0 vinda do "Cinephylum" o fez cair, mas ainda assim se manteve entre os trinta melhores. Vejamos o que o "Cine Vita" nos conta:
.
As tomadas de “Enigma do Príncipe” são profundamente significativas, e denotam sentimentos fortes a cada quadro. A ação é minimizada à um grau quase que obsoleto para que o foco nos personagens seja realçado. O resultado é um drama denso e comovente, que atinge momentos de puro pique emocional. Ás vezes, as tomadas falam por si só, como certo momento que traz os corredores de Hogwarts, outrora repletos de vivacidade, inundados em sombras que realçam estudantes em relacionamentos amorosos. Em contraponto, existe sempre uma leveza cômica no ar cercando seus personagens principais e suas aventuras amorosas. Com a ajuda da trilha sempre ideal de Hooper, a obra oscila momentos pesados com outros simplesmente descomprometidos. E o equilíbrio está sempre presente. Nunca se sente como se o humor estivesse sendo forçado ou o sombrio muito exacerbado. Mas é preciso admitir, de forma bastante clara, que “Enigma do Príncipe” transforma a experiência em uma muito mais madura em sentidos diversos. Não trata-se de um filme para crianças.

Por Wallyson Soares.

Se Beber, Não Case

Outra boa representação da comédia em 2009 com certeza foi “Se Beber, não case”. Filme que chegou aonde chegou graças ao seu humor vindo das situações mais inusitadas e por conseqüência engraçadas vistas ano passado.Quem nos fala mais é o "Cinefilando":

Não é à toa que o filme é um dos grandes sucessos do verão americano, faturando, só na terrinha do Tio Sam, 265 milhões de dólares, e é claro, já prometendo uma sequencia que sairá no ano que vem. É, com certeza, um filme carismático, inteligente e hilário, sendo magnífico na proposta existente em seu conteúdo, e um ótimo exemplo de se fazer uma grande comédia. Com certeza, é a comédia mais legal do ano, e também um dos melhores filmes de 2009. Divertidíssimo.

Por Violonista do Cinema.


Simplesmente Feliz


Lembro de algumas pessoas falando da ausência de “Simplesmente Feliz” nas indicações ao Oscar, nas categorias de Melhor roteiro original e também a não indicação da atriz Sally Hawkins (O Oscar não ia ser dela mesmo), mas isso é só uma das provas da qualidade que é vista no filme, onde o "BS Movies" nos conta melhor sobre isso.


Mike Leigh faz todo esse percurso com muita elegância. Mesmo que Simplesmente Feliz seja promoeminentemente divertido, ele não se priva de elaborar mais um brilhante est

udo de personagens ao fazer transparecer o lado sombrio das relações humanas. O diretor parece entender a vida tanto como uma comédia com pitadas de melancolia quanto como uma tragédia com brechas para risos. Mas o recado é sempre muito claro: seja como for, é melhor rir do que chorar.


Por Diego Soares

500 Dias Com Ela

Filme lançado nos últimos meses do ano conseguiu arrancar elogios do público pelos seus quesitos de originalidade, principalmente se tratando de uma comédia romântica que geralmente não apresentam tais características. As notas mantiveram uma boa média, talvez a ausência de notas máximas ou próximas a isso fez com que o filme não passasse da 27º posição, mas ainda assim o longa é uma boa representação do gênero esse ano:


Funciona graças a escolha acertadíssima do elenco Se Zooey Deschanel estava um pouco preguiçosa nas produções anteriores, ela finalmente se solta, jogando até um pouco de complexidade em sua Summer. Mas isso não seria nada se a química com Joseph Gordon-Levitt - extremamente carismático no papel - não fosse perfeita. Os dois formam um casal adorável, conquistando o público quase de imediato. Some ainda a direção leve de Marc Webb e uma deliciosa trilha-sonora. O resultado é um dos filmes mais bonitos do ano.


Por Diego Rodrigues do "Cinemania".


Duplicidade

Não vi o filme do Tony Gilroy, talvez pelo diretor não ter me agradada até em seus trabalhos mais badalados (Como "Conduta de Risco"), ainda que o elenco mais uma vez atraia assim como a história. Vamos deixar com a "Cinéfila por Natureza" a parte de falar sobre o filme:

Tal história nos é apresentada através de uma direção extremamente ágil por parte de Tony Gilroy, num trabalho bem diferente do tradicionalismo visto em “Conduta de Risco”. Em “Duplicidade”, também temos algo diferente: o diretor/roteirista usa e abusa do tom irônico para retratar toda uma atmosfera de competição, em que cada personagem quer ser mais esperto do que o outro. Portanto, espere muitas reviravoltas e não deixe de prestar atenção mesmo a cada personagem – principalmente naqueles que parecem ser secundários, mas que, na realidade, terão importância vital para o ato final do filme.


Por Kamila

14 Response to "Do 26º ao 30º do TOP30 - 2009"

  1. gostei de todos até agora. especialmente do que tem comentário meu: SIMPLESMENTE FELIZ. que está no meu TOP 10.

    Kamila says:

    Pensava que "500 Dias com Ela" fosse ficar mais em cima. Ainda não vi esse filme, nem "Simplesmente Feliz" e obrigada por usar meu trecho em "Duplicidade".

    A lista está interessante até agora. É claro que tem muito filme bom para esquentá-la ainda. Desses aí, eu só não gostei de Duplicidade.
    Abraço!

    Detestei "Simplesmente Feliz"; achei "Harry Potter e o Enigma do Príncipe" apenas morno; adorei "Se Beber, Não Case" (e que titulozinho besta este, não? "A Ressaca" (conforme o original) ficaria bem melhor) e amei (com algumas poucas ressalvas, vale avisar) "(500) Dias Com Ela". "Duplicidade" ainda não assisti.

    Hahahahahahahahahaha estou muito feliz em saber que eu derrubei as notas de (500) Dias com Ela e Harry Potter 6 rs...

    Simplesmente Feliz eu gosto um tanto, e Duplicidade eu jamais esperava ver por aqui...

    Ainda assim, o top 30 que você organiza continua sendo muito divertido de acompanhar!

    Mandy says:

    Simplesmente feliz, eu enrrolei e acabei n vendo!!! N sei, ele n me motivou!

    Também fiquei contente em ter derrubado HP6... muhuhuhahahahahaha (risada luciferiana)... eu sou maldito!!! :D

    hahahaha. O Top30 desse ano está bem curioso mesmo. Também não esperava ver "Duplicidade" por aqui e vocês ficarão mais surpresos ainda quando virem quais filmes que ficaram atrás dele, assim como ocorreu ano retrasado com a 9ª colocação de "O Orfanato". Aguardem mais surpresas, seus maquiavélicos..rs!

    Fico satisfeito com o 30º lugar de HP e surpreso com a colocação de 500 dias com ela, esperava vê-lo, no mínimo, entre os 10 primeiros.

    Aguardando a nova lista.

    Abraços

    Eu derrubei (500) lalalalala...


    Uma pena que a Vivis, com qm divido o blog, elevou Benjamin Button às alturas, se não era outro que eu derrubava.

    PS: se Inglorious Basterds não tiver no top 10 eu fico depre.

    Wally says:

    Eu só não vi "Se Beber, Não Case" ainda. Dos outros, gosto de todos. Minha ordem de preferência.

    (500) Dias Com Ela > Harry Potter e o Enigma do Príncipe > Simplesmente Feliz > Duplicidade

    ps: parece ter algo errado com o post. não aparece nenhuma citação minha abaixo de Harry Potter. ;-)

    É que a citação está na parte de cima ;-D

    Não gostei de 500 Dias com Ela está tão longe assim... merece ficar entre os 10 fácil!

    Wally says:

    Mesmo assim, não ta aparecendo aqui, rsrsrs.

Powered by Blogger